quarta-feira, 25 de maio de 2011

LIDERANÇA EXIGE QUALIDADE TODOS OS DIAS! - PALESTRA MOTIVACIONAL

Múcio Morais – Palestrante Motivacional – www.muciomorais.com – Tel. 31 3082-7271 – Atendimento em todo o Brasil! Palestras voltadas para empreendedorismo, motivação, ambiente, vendas, atendimento, carreira e temas relacionados ao desenvolvimento humano.

Há alguns dias tive o privilégio de retornar pela terceira vez a uma empresa onde realizei palestras motivacionais, na última vez falei sobre atendimento que encanta clientes, foi uma bela noite, com muitas descobertas, conscientizações, decisões e especialmente a mobilização da equipe de atendimento, vendas, setores administrativos e diretores no sentido de aplicarem aqueles princípios que certamente fariam uma grande diferença nas relações com os Clientes.

Desta vez os dois gerentes responsáveis pela equipe me procuraram, antes da palestra, dizendo que queriam que eu enfatizasse novamente aqueles princípios (de atendimento), pois “o fogo” durou apenas algumas semanas, aplicaram os princípios por algum tempo mas aos poucos as coisas foram voltando “ao normal” segundo eles.

Minha resposta a eles, com muito carinho foi a seguinte: Meus caros, o problema aqui me parece ser de liderança, pois se os princípios foram praticados, ainda que por um tempo pequeno, significa que foram aprendidos, porém não entraram para a cultura de atendimento da empresa, faltou assimilação, ai a questão é “disciplina e prática” e isso não é algo que não vai acontecer sem a interferência da liderança. É preciso EXIGIR QUALIDADE TODOS OS DIAS e isso custa sistematizar, acompanhar e cobrar. Este é o papel da liderança na formação de cultura em qualquer área da gestão empresarial.

EXIGIR QUALIDADE TODOS OS DIAS é o papel fundamental da liderança nas empresas, a qualidade deve estar presente em todos os processos, parece-me que a liderança empresarial anda meio perdida em meio às rotinas administrativas e evidentemente se esquecendo de seu papel fundamental na direção do barco, isso acaba por trazer insegurança às equipes e ainda promove a inconstância comportamental.

*LIDERE, EXIJA QUALIDADE TODOS OS DIAS, ESSE É O SEU PAPEL!

Sucesso a todos!

(*Este artigo é parte da Palestra Liderança que faz diferença, do Prof. Múcio Morais)
Múcio Morais – Palestrante Motivacional – www.muciomorais.com – Tel. 31 3082-7271 – Atendimento em todo o Brasil! Palestras voltadas para empreendedorismo, motivação, ambiente, vendas, atendimento, carreira e temas relacionados ao desenvolvimento humano.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Comunicar de forma positiva: a arte de ouvir e de dar feedback adequado

Múcio Morais – Palestrante Motivacional – www.muciomorais.com – Tel. 31 3082-7271 palestras voltadas para motivação, comportamento, ambiente, empreendedorismo, liderança, trabalho em equipe, gestão RH, vendas e temas relacionados ao desenvolvimento humano.

O processo de comunicação implica em diversos modelos e etapas e nenhuma delas pode ser desprezada, considero o desenvolvimento das capacidades de ouvir, avaliar, administrar as emoções e dar feedbacks adequados como um fator determinante no sucesso pessoal, este tem sido um grande entrave nas relações interpessoais, temos implantado um padrão de comunicação que visa a competição e a comparação, isso transforma os feedbacks em ameaças e transformam as relações em batalhas.

Quantas vezes você se viu na seguinte experiência: Você expressa uma determinada dificuldade física, como por exemplo, o cansaço, da seguinte maneira: “Puxa, como (EU) estou cansado hoje, (EU) acho que preciso de férias” e aí VOCÊ recebe um feedbck mais ou menos assim: “Hummm, e EU? Estou (EU) morto de cansaço, se VOCÊ precisa de férias, imagine EU? Ou chega em casa e diz: “Querida, hoje EU trabalhei demais! E o feedback é: “VOCÊ nem imagina o quanto EU trabalhei hoje”...

Um Diálogo muito louco:
(Os nomes foram substituídos)

Um amigo (gerente de produção de uma grande empresa, que aqui chamarei de Mário) me narrou o seguinte diálogo ocorrido entre ele um diretor de sua empresa:

Mário: Dr. Jorge, EU gostaria de rever o nosso último relatório de produção, creio que posso localizar algumas situações críticas que não vimos em nossa reunião mensal de avaliação! Podemos fazer um novo encontro nessa semana?

Dr. Jorge: EU duvido Mário, EU questionei tudo que era possível, (EU) faço isso há 30 anos!

Mário: Sim, EU sei que nunca tivemos este procedimento antes, mas é que (EU) repensei algumas situações em casa nesse final de semana e conversando com meu subgerente, (NOS)percebemos algumas alternativas interessantes.

Dr. Jorge: EU não mexo no time antes do segundo tempo,

Mário: O Senhor percebeu que nossa produtividade no setor 5 teve a mesma queda percentual que o aumento da produtividade do setor 7? Percebe a nossa resposta para a perda de competitividade em nossa falha em investir desproporcionalmente na evolução do primeiro setor? Desta forma criamos uma desproporção na competência e instrumental técnico, gerando um desencontro na produtividade!

Dr. Jorge: Mas EU não vou colocar MINHA cabeça a prêmio e mudar tudo! Me desculpe
Mário, mas tenho uma reunião em 20 minutos, você tem algo importante a dizer?

Mário: KKKKKKKKKKKKKKKKKK, até mais Dr. Jorge.

Resumindo: Ninguém escutou ninguém!

Competição e Comparação,

Estes são os padrões de comunicação mais comuns em nossa sociedade, um padrão adoecido pela percepção inadequada do outro, na verdade este modelo extingue o fator “ouvir” como um processo de coleta de dados para avaliação com fins assertivos, mas direciona a mente para um processo de coleta de informações com fins estratégicos de contra-ataque e autodefesa. Desta forma ficamos prontos para responder e não para atender!

O desenvolvimento das capacidades de ouvir, avaliar, administrar as emoções e dar feedbacks adequados é a resposta para nossas relações interpessoais, que são traduzidas em feedbacks adequados, que satisfazem intelectual e emocionalmente os interlocutores.

10 Dicas para desenvolver a arte de ouvir e de dar feedbacks adequados:

1. Desarme-se emocionalmente em qualquer diálogo, aprenda a perceber os melhores sentimentos e intenções por traz de cada fala e concentre-se nos fatos;
2. Organize as informações antes de dar feedbacks, faça anotações, releia, demonstre interesse;
3. Não julgue os outros precipitadamente; Valorize todas as pessoas e situações;
4. Não tome nenhum diálogo como “pessoal” mesmo que o seja, mas como uma oportunidade de crescer, aprender, mudar... Pergunte-se: O que posso aprender com esta situação?
5. Se não conseguir perceber os sentimentos por traz dos questionamentos, simplesmente questione de forma educada e assertiva: Acho que em seu lugar eu também estaria pensando em mudanças, me diga exatamente como você se sente a respeito disso! Me ajude a entender a situação aqui!
6. Não responda de forma contraditória imediatamente, evite iniciar as frases com a palavra NÃO, use adjetivos como: Ótimo, muito bom, em seguida coloque suas observações, mesmo que o melhor naquele momento seja pedir tempo para pensar...
7. Não se compare ou coloque-se em posição de superioridade;
8. Não se coloque em posição de competidor, mas de cooperador, parte da equipe;
9. Se perceber animosidade procure mudar o clima levantando valores essenciais de forma honesta; Seguem ai algumas direções:
9.1 “Toda família tem suas encrencas, se estamos tentando ser uma boa família não podemos escapar das encrencas também não é?”
9.2 “Não será a primeira vez que meus colegas me ajudam a corrigir algo”
9.3 “Espero que consigamos manter este padrão de ajuda e apoio nos momentos críticos, isso faz toda a diferença”
10. Demonstre gratidão sempre! Faça as pessoas se sentirem importantes, essenciais, queridas!

Aprender a arte da comunicação é um fator determinante para o sucesso, mas é essencial a percepção de que somos capazes de administrar nossas relações, não me refiro à manipulação, mas a administração do ambiente e clima em que nossas relações acontecem, também desenvolver um desejo honesto de fazer com que as pessoas se sintam bem atendidas em suas necessidades aumentará nossa capacidade de colocar as dicas acima em prática.

Sucesso a todos!

Múcio Morais – Palestrante Motivacional – www.muciomorais.com – Tel. 31 3082-7271 palestras voltadas para motivação, comportamento, ambiente, empreendedorismo, liderança, trabalho em equipe, gestão RH, vendas e temas relacionados ao desenvolvimento humano.

domingo, 17 de janeiro de 2010

MOTIVAÇÃO E VERDADE – Palestra Motivacional

MOTIVAÇÃO E VERDADE – Palestra Motivacional

Múcio Morais – Palestrante Motivacional – www.muciomorais.com – Tel. 31 3082-7271 – Atendimento em todo o Brasil! Realizo palestras voltadas para empreendedorismo, motivação, ambiente, vendas e temas relacionados ao desenvolvimento humano.

Motivar muitas vezes significa ajudar as pessoas a mudar seu estilo de vida, sua maneira de ver e pensar, e, em especial, uma espécie de desalienação dos modelos sociais e culturais utilizados para manipular e oprimir emocionalmente as pessoas. Mas devemos considerar que o trabalho motivacional, seja ele em formato de um programa de coach ou palestra motivacional é uma força externa dirigida ao indivíduo, esta força deve exercer exclusivamente um impulso para que o indivíduo se localize e interiorize suas próprias necessidades, buscando resposta em um novo projeto organizado de ações.

PROCESSO OU EVENTO?

A questão que coloco aqui é: Sendo um trabalho motivacional tão impactante, importante e até decisivo, dependendo da condição emocional daquele que recebe, não têm as empresas tratado esta questão de maneira superficial? Apenas eventual? Será que isso resolve? Será que os gestores de RH querem realmente resolver? Entendem a seriedade da questão motivação? Vejo sempre a importância de se ter um processo motivacional e evidentemente recheado com eventos. Bem planejados, com uma lógica, finalidade e pertinência.

NOS DEFINIDOS RESOLVE

Muitas pessoas tomam novos rumos como resultados de trabalhos motivacionais nas empresas, geralmente as decisões são imediatas e os resultados também, mudar é desconfortável, mas não é difícil, se existe uma vontade poderosa por traz das decisões.

DIFICULDADE PARA PROCESSAR MUDANÇAS

Por outro lado, constatamos que a maioria das pessoas não exerce esta capacidade de mudança, mas ficam condicionadas a receber motivação de tempos em tempos, muita gente tem dificuldades em maior grau para trabalhar o conjunto de necessidades pessoais, falta organização mental e disciplina, no caso do Brasil, é uma questão cultural, acredito firmemente que a continuidade responderia bem para estas pessoas. Não me entendam mal, a motivação via programas ou palestras (e esta é minha área profissional) tem um valor incrível, mas questiono o seu uso simplesmente eventual e bombástico, sinceramente gostaria de fazer muito mais pelas pessoas.

A MOTIVAÇÃO

Um exemplo que quero usar é o das mulheres à véspera do verão, quando querem perder certa quantidade de peso para “bombar” no verão. Normalmente, o aproximar do verão é a maior motivação que possuem para a malhação, regimes, massagens e tratamentos alternativos de emagrecimento, é extremamente difícil perder peso, eu que o diga. Mas quanto mais próximo o verão, mais trabalho duro em direção a meta a ser alcançada.

FIM DA MOTIVAÇÃO

Agora vejamos, o verão acabou, a meta foi atingida, a moça ficou uma beleza, magra, bronzeada e elegante, mas, será que ela vai manter o peso? Será que todo o trabalho realizado antes do verão será mantido? É claro que não, isso já aconteceu no verão anterior, caso contrário ela não teria que começar tudo de novo. Manter a conquista será algo altamente improvável porque a verdadeira motivação, que influenciou e potencializou a sua vontade e determinação, agora está distante, só daqui a um ano teremos outro verão. Se não acontecer outro motivo, a meta atingida ficará no passado e servirá apenas como referencia para o próximo ano.

MOTIVOS NOVOS, AÇÕES NOVAS

Sem seqüência, os nossos objetivos depois de alcançados perdem o sentido, por isso as pessoas estão sempre atrás de maiores conquistas ao invés de agregar uma a outra e construir um castelo de soluções onde cada motivo leve a próxima ação. Você deve se esforçar para encontrar uma finalidade interna tão convincente que irá manter o fogo aceso, resultando em motivação em longo prazo. É a motivação interna que nos obriga a continuar mesmo nas circunstâncias mais difíceis. Nesses tempos de foco externo, perdemos o rumo facilmente, paramos de refletir, meditar e colocar a vida em perspectiva, isso nos leva ao desânimo, é preciso perguntar a si mesmo diariamente o que isto tudo significa para você? Parar e refletir sobre seus objetivos. Fazer a pergunta mais importante que existe no campo do comportamento: "porquê"...

REPETINDO O PARÁGRAFO - PROCESSO OU EVENTO?

A questão que coloco aqui é: Sendo um trabalho motivacional tão impactante, importante e até decisivo, dependendo da condição emocional daquele que recebe, não têm as empresas tratado esta questão de maneira superficial? Apenas eventual? Será que isso resolve? Será que os gestores de RH querem realmente resolver? Entendem a seriedade da questão motivação? Vejo sempre a importância de se ter um processo motivacional e evidentemente recheado com eventos. Bem planejados, com uma lógica, finalidade e pertinência.

Abraço a todos.

Palestra Motivacional – Os Sete pilares de uma vida bem sucedida!

Múcio Morais – Palestrante Motivacional – www.muciomorais.com –
Tel. 31 3082-7271 – Atendimento em todo o Brasil! Palestras voltadas para empreendedorismo, motivação, ambiente, vendas e temas relacionados ao desenvolvimento humano.

sábado, 16 de janeiro de 2010

Palestra Motivacional – Mudando a sua realidade!

Palestra Motivacional – Mudando a sua realidade!

Múcio Morais é palestrante motivacional e coach (PNL) nas áreas de desenvolvimento humano, RH, comportamento, motivação, gestão, liderança, negociação e vendas. Realiza palestras, projetos e treinamentos em todo o Brasil! fone: (31) 3082-7271 || www.muciomorais.com

"A definição de insanidade é fazer a mesma coisa repetidamente e esperar resultados diferentes."
Benjamin Franklin

Quantas pessoas estão infelizes e frustradas com própria realidade. Vivendo situações desagradáveis, desconfortáveis e o pior, sem perspectiva de melhoria. Algumas realidades são tão profundamente vividas e aceitas que determinam um estado definitivo, isso na mente das pessoas, insistir em um determinado padrão de pensamento pode torná-lo um modelo sólido de percepção e por conseqüência de definição da realidade pessoal.

Seus padrões de pensamentos contribuíram para a criação de sua realidade atual, sua realidade atual é simplesmente a sua realidade atual, ela pode e vai mudar, é só você se definir interiormente, avaliar conscientemente seu nível de satisfação e decidir se sua mudança será positiva ou negativa. Para uma mudança positiva seus maiores inimigos são o acaso e a inércia, para uma mudança negativa, seu maior aliado é a zona de conforto, interessante, pensa-se que quem está na zona de conforto não está mudando, está sim, não existe nenhum ser humano totalmente estagnado, até quem está parado, no mundo interior está andando, seja para frente ou para traz.

Superar as suas crenças limitantes é o caminho para realizar uma grande mudança de vida, todos nós queremos ter um tipo de vida que parece ser fruto de nossa imaginação, um modelo inatingível, mas eu lhe digo que não é, se você pode imaginar, também pode viver. Nós somos o que nós acreditamos que somos, e podemos fazer o que nós acreditamos que podemos fazer. Assim, se você acha que pode fazer algo, você pode. E, se você pensa que não pode então você não pode. Parece simples, mas é assim que finciona.

Quando você mudar a maneira de olhar as coisas, as coisas que você olha mudarão também. Wayne Dyer

SUPERAÇÃO COMEÇA COM FÉ E CONFIANÇA

O norte-americano Bob Beamon estabeleceu uma marca histórica para o salto em distancia em 1968, na Cidade do México, a fantástica marca de 8m90 passou a figurar como recorde mundial e olímpico. Como recorde do mundo durou até 1991, (23 anos), quando outro saltador dos Estados Unidos chegou a incríveis 8m95. O agora aposentado Mike Powell e milhares de saltadores tentaram bater esta marca, chegou-se a acreditar que este era o limite humano para salto em distância, mas Mike Powell para superar sua própria auto-crença limitante teve que assumir para si mesmo que o Record já estava batido, ele precisava apenas treinar e acreditar. Tudo que você precisa fazer é acreditar em si mesmo e nas metas que deseja realizar. Acredite, é tão simples como transformar farinha, água e fermento em pão.

Visualizar o seu sucesso já é sucesso.
Múcio Morais

Crenças limitantes mantêm nossos sonhos fora de nosso alcance, na verdade os mantêm na vitrine, onde você os possa ver diariamente e se frustrar com a impossibilidade de adquiri-los, mais ou menos como passear sem dinheiro no shopping.
Padrões negativos de pensamento precisam ser abandonados e substituídos imediatamente por um padrão positivo e proativo, este é um passo essencial para a felicidade.

UMA DICA PODEROSA - AFIRMAÇÃO

Um exercício muito eficaz para mudança de padrões de pensamento é a AFIRMAÇÃO, afirmações são declarações positivas que você fala em voz alta quando precisa ativar suas decisões. Podem funcionar no NEGATIVO (e como fazemos isso) ou no POSITIVO e funcionam como se os resultados desejados, já fossem realidade, e, na verdade, se você acreditar, os resultados serão a sua nova realidade.

Assim, por exemplo, se você se sente travado pela auto-limitação (crença de que você não vai conseguir sucesso), você pode afirmar pra si mesmo:

1. Eu mereço o sucesso que entrou em minha vida. 2. Hoje estou dando mais um passo importante para continuar... 3. Meus pensamentos estão a meu favor, portanto sou vencedor. 4. Todo dia eu consigo mais e mais sucesso. 5. Eu tenho direito de desfrutar o sucesso estou conseguindo.

Se você repetir suas afirmações várias vezes na parte da manhã ou sempre que tiver tempo livre durante o dia, e novamente antes de ir para a cama, irá condicionar a sua auto-mente consciente para iniciar o processo de fazê-lo bem sucedido, eliminando as barreiras mentais que estão bloqueando seu crescimento. Parece novamente muito simples, e realmente é.

O Princípio de tudo está em condicionar-se positivamente, colocando sua mente a seu favor. Não há fórmula mágica, apenas ciência, lógica e conhecimento com base na experiência humana.

Sucesso a todos,

Múcio Morais é palestrante motivacional e coach (PNL) nas áreas de desenvolvimento humano, RH, comportamento, motivação, gestão, liderança, negociação e vendas. Realiza palestras, projetos e treinamentos em todo o Brasil! fone: (31) 3082-7271 || www.muciomorais.com

10 COMPORTAMENTOS PARA ATINGIR METAS EM VENDAS

Palestra Motivacional | Vendas | www.muciomorais.com
10 COMPORTAMENTOS PARA ATINGIR METAS EM VENDAS

Múcio Morais é palestrante motivacional e coach (PNL) nas áreas de desenvolvimento humano, RH, comportamento, motivação, gestão, liderança, negociação e vendas. Realiza palestras, projetos e treinamentos em todo o Brasil! fone: (31) 3082-7271 || www.muciomorais.com


Imagino que a esta altura você e sua equipe já definiram suas ações e metas de vendas para os primeiros meses de 2010. Perder tempo nesse ponto é realmente um atraso significativo na preparação do espírito e atitude da turma. Se ainda não fez, sugiro que tire um tempo importante para fazê-lo, considerando as diversas possibilidades, na verdade uma análise SWOT cairia bem como base para melhores decisões em vendas. Também o convite a um bom palestrante de vendas é um toque de qualidade.

Deixe-me dar algumas dicas para interferir em suas ações neste ano:

1. PROSPECÇÃO SEMPRE – Pensar sobre novas possibilidades, novos mercados, novos clientes, isso é estimulante e renova nossas habilidades de criação, relacionamento e adaptação. O Perigo em não fazer vem da acomodação, pensar que os bons e velhos clientes estarão sempre lá, com a mesma disposição e que “tudo estará como antes no quartel de Abrantes”. Dentro do planejamento de vendas, separe ações e tempo para realizar este processo. Sem ansiedade preferencialmente, pois a melhor prospecção é plantada.

2. PENSAR SEU PRODUTO-SERVIÇO – Até onde seu produto ou serviço pôde chegar até 2009? Porque não chegou até determinados mercados e clientes? As respostas a estas perguntas devem gerar vantagens e benefícios agregados que serão seus novos diferenciais. Questione com profundidade, sem medo, viaje pelo campo do imaginário e crie, pense seu produto-serviço, tenha um produto-serviço realmente inteligente. Pense seu produto horizontal e verticalmente.

3. NOVAS ABORDAGENS – Sabe aquela abordagem de sempre? Que todo mundo do seu ramo utiliza? O Cliente já esta esperando e certamente já tem também as objeções prontas, então mude a abordagem, pense em outras facetas do seu produto-serviço e explore na forma de abordar, mude sua proposta, mude seus enfoques.

4. NOVO ESTILO DE NEGOCIAÇÃO – Tenho desenvolvido uma tese em vendas que tem como base o sentimento das pessoas, entendo que o homem dá muitas voltas e ciclicamente retorna as emoções mais primitivas, coisas como aceitação, Auto-estima, relacionamento, amizade, segurança, confiança, conforto, bem estar... Levar em conta somente as características, vantagens e benefícios é uma técnica insuficiente. Não tenho medo de afirmar isso, pois esta prática (embora em alguns segmentos seja o suficiente) tem sido utilizada mecanicamente, sem que o cliente visualize-se usufruindo cada possibilidade. É preciso desenvolver as pessoas, a sensibilidade, a verdade e colocar isso em nossas relações comerciais, precisamos antes de estar perto dos clientes, estar presentes, antes de atender, servir, antes de vender, satisfazer, antes de contatar, dar uma ligadinha, o estilo GENTE é o que recomendo para 2010.
Esta dica exige uma mudança de pensamento e visão de vida, nos ajuda a perceber os valores de forma menos destorcida, nos leva a negociações de impacto, transforma nossa capacidade de perguntar, argumentar e fechar, nos coloca de fato como negociadores que fazem diferença.

5. A MÁGICA DO NETWORK – Em 2009 fiz mais de 100 palestras voltadas exclusivamente para vendas, me lembro na maioria delas haver perguntado sobre indicações, a pergunta geralmente foi: QUEM DE VOCÊS TEM UMA PERGUNTA FORMULADA SOBRE INDICAÇÕES? E QUANTOS DE VOCÊS A FAZEM DE MANEIRA SISTEMÁTICA, DISCIPLINADA, FREQUENTE? Não preciso dizer que as respostas mostraram que a maioria dos vendedores não sabe como formar uma rede de clientes. Lamentável, pois me tornei campeão de vendas por três vezes em empresas de grande porte utilizando esta técnica.
Minha pergunta ao cliente era: VOCÊ PODE ME INDICAR 5 (CINCO) PESSOAS DE SEU RELACIONAMENTO PARA OS QUAIS EU POSSA LEVAR ESTA OPORTUNIDADE? Porque cinco e não dois ou três? R: Porque nossa mente trabalha na subtração, geralmente temos que pedir mais para receber o suficiente, dificilmente alguém fará mais do que foi pedido, normalmente dará menos, assim se você pede 5 (Cinco) a mente vai se esforçar e chegará a pelo menos 2 (dois) ou 3 ( três)... Mas se pedir 2 (dois) ou 3 (três) o cliente te dará (1) um ou nenhum. Seja disciplinado neste item, peça indicações em cada negociação, seja ela bem sucedida ou não, e você verá como sua CFC vai acabar, ou melhor, nem existirá.

6. VOTE EM MIM – Dê ao seu cliente razões para confiar e gostar de você. Isso é uma forma de manter uma bela carteira, ativa e satisfeita. Planeje ações que demonstrem aos seus clientes que são realmente importantes, não somente como clientes, mas como gente. Fiz aniversário recentemente e recebi 6 (Seis) ligações de empresas, três delas me parabenizaram e ofertaram uma tal promoção de aniversário, desagradável. Outras duas, de menor porte, colocaram uma secretária para dar os parabéns, de maneira formal e fria, não me fizeram sentir importante, e finalmente a última, foi do gerente de uma concessionária, onde comprei um carro há mais de 5 (Cinco) anos, apenas me desejando felicidades e convidando para tomar um café com ele qualquer dia desses, também fez uma brincadeira sobre futebol (torço pelo CRUZEIRO de BH) dizendo que esperava que meu time me desse mais alegrias em 2010... Enfim, um ser humano me ligou, fiquei feliz, dei risadas e sabe de uma coisa, meu próximo carro deverá ser comprado lá... Gosto de gente.

7. PLANEJE A NEGOCIAÇÃO – Sabe que muitas vezes somos pegos de surpresa pelo cliente que nos questiona ou demonstra determinados sentimentos que nos fazem recuar ou ficar sem ações eficazes diante dele. O que faltou? PLANEJAMENTO! Fórmula única não funciona, é preciso planejar, pensar a negociação, adaptar aos estilos e personalidades dos clientes, e mais, precisamos planejar conjuntamente, falar sobre os sucessos e fracassos nas negociações e buscarmos soluções de forma coletiva.

8. AMBIENTE DE VENDAS – Crie um ambiente focado no sucesso em vendas, onde a criatividade, a pro atividade, as relações de equipe sejam comuns. Mantenha seu time envolvido no processo comercial da empresa. Crie painéis, realize pesquisas entre os vendedores, faça proposições, busque soluções, valorize os questionamentos e não dê azas para o negativismo, todo problema tem solução, coloque esta frase como lema.

9. AVALIAÇÃO E MUDANÇAS – Definitivamente não existe nada definitivo, escutei esta frase outro dia em um treinamento. Achei o máximo. Defina datas de avaliação, faça isso periodicamente, avalie com critérios técnicos, deixe as emoções mais quietinhas, analise os resultados, perceba os pontos fortes e fracos, descubra as oportunidades e refaça o que for necessário, o importante é que a roda gire sempre, se vai funcionar é outra coisa, os planos e ações são feitos na direção do sucesso, e, sucesso depende também de atitude. Determinação, disciplina, confiança, fé, amor ao trabalho, orgulho, propósito...

10. QUEBRE O RITIMO – Lembre-se que vivendo o papel de gerente de vendas, supervisores, vendedores, telemarketing, atendente, balconista, consultor de vendas, assistente comercial, existem pessoas, e estas precisam sentir satisfação, prazer em outras situações que não as vendas. Perceba e planeje situações que tragam descontração, relaxamento, euforia, relacionamentos saudáveis, envolvimento familiar, desenvolvimento pessoal, motivação, espiritualidade...

No mesmo campeonato existem equipes tendo sucesso e outras se afundando, no mesmo oceano existem embarcações com sérias dificuldades de navegação e outras em cruzeiro, na mesma cidade existem pessoas fugindo para mercados melhores e outros chegando porque descobriram a terra das oportunidades, a diferença parece estar na atitude, visão e determinação que se coloca naquilo que se pretende realizar, que você tenha muito Sucesso em suas vendas, Sucesso em vedas, Sucesso em Vendas...

Sucesso a todos,

Palestra Motivacional – Mudando a sua realidade!

Múcio Morais é palestrante motivacional e coach (PNL) nas áreas de desenvolvimento humano, RH, comportamento, motivação, gestão, liderança, negociação e vendas. Realiza palestras, projetos e treinamentos em todo o Brasil! fone: (31) 3082-7271 || www.muciomorais.com

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Palestrante Motivacional Múcio Morais - Uma Lenda da esperança

Palestrante Motivacional – Múcio Morais
Atrás da Montanha – Uma Lenda da Esperança
Múcio Morais – Palestrante Motivacional especialista em Programação Neurolinguistica, realiza palestras voltadas para Vendas, Relacionamento, Atendimento, Marketing, Liderança, Gestão e Desenvolvimento humano em geral. Fone: 31 3082-7271 – Site: www.muciomorais.com
Duas crianças viviam numa bela planície no interior do País. Brincavam e interagiam a natureza, conviviam com os animais e sabiam apreciar sua igualdade, muito mais que as diferenças. Um dos meninos era o filho do dono da fazenda, vivia numa casa grande, luxuosa e confortável, usava boas roupas, tinha os melhores brinquedos e evidentemente tinha acesso a muitas coisas que a riqueza do Pai podia comprar.
O outro menino era o filho do empregado mais humilde da fazenda. Um Lavrador, que realizava as tarefas braçais e tudo que era desprezado pelos demais trabalhadores. Vivia com sua família numa casa muito pequena e pobre, nenhum conforto, nenhum luxo e aparentemente nenhuma possibilidade de mudar a situação.
Diariamente as duas crianças se encontravam para brincar ao pé de uma belíssima montanha que ficava perto das casas dos meninos, o filho do Lavrador era muito querido pelo filho do patrão, tinha uma característica marcante, que até mesmo uma criança sabe notar, refiro-me ao bom humor, a alegria. Aquele menino parecia viver no paraíso, tamanha a sua alegria especialmente pelas manhãs, sorria, assoviava, cantava e deixava intrigado o filho do fazendeiro que se perguntava: Como alguém que vive com tanta pobreza pode ser tão alegre?
Um dia, o menino rico tomou coragem e perguntou: Pedrinho, você é tão pobre e mora numa casa tão feia, seu Pai é empregado do meu, como é que você consegue ficar tão feliz?
O menino coçou a cabeça, olhou para os lados e disse: Olha, é um segredo, mas você vai me prometer que não contar a ninguém, senão meu Pai vai ficar muito triste comigo. O outro menino logo concordou em guardar o segredo, insistindo mais uma vez para saber o motivo de tanta alegria de quem aparentemente não tinha razão para ser feliz. Me conte logo. Vai...
Pedrinho olhou para a montanha, seus olhos brilhavam e quase não podia conter a emoção, olhou então para o amigo e contou o grande segredo: Sabe João, ta vendo a montanha? Sim, respondeu o menino rico, vejo seu pai subindo a montanha todos os dias para trabalhar na plantação; Pois é, meu Pai me contou que na verdade ela está é construindo uma casa grande e bonita atrás da montanha e que logo nós vamos morar lá.
O pai na impossibilidade de ver um horizonte melhor para si e sua família, deu ao filho uma razão para sorrir, deu-lhe esperança...
Não quero discutir a ética dessa estória, mas o efeito do ato de sonhar e olhar atrás da montanha.
Muitas pessoas não conseguem vislumbrar dias melhores, vivem tão intensamente o presente e a sua realidade emocional que não abrem lugar para os sonhos. Quantas vezes escutamos pessoas dizendo que já não sonham mais, que o sonho acabou? Quantas vezes nós somos os protagonistas de um dia sem amanhã? De uma noite sem amanhecer? De uma tempestade sem estiagem?
Me lembro de um texto antigo que diz: “A Tristeza pode durar por uma noite, mas a alegria vem pela manhã”. (Biblia Sagrada)
Como palestrante motivacional tenho procurado cumprir essa fantástica missão, a de ajudar as pessoas a sonhar e olhar para além da montanha. Tenho encontrado gente, que como eu, enfrenta lutas internas e externas, verdadeiras montanhas de encrencas, brigam com o perfeccionismo, com a baixa auto-estima, com as frustrações de nossa incompetência, descuidos e indolência, com o mau gênio, com os medos;
Quem não gostaria de ter mais tempo para a família, os filhos, a esposa, o marido, o namorado, os amigos? Quanto tempo não acontece aquele churrasco, aquelas brincadeiras, os karaokês, apelidos, casos antigos, estórias de pescador, exageros...
Será mesmo que o pé da montanha é tão mais importante assim do que aquilo que está atrás dela? Não É; E é para isso que dedico minha carreira, para ajudar pessoas a ver o que parece invisível, ouvir o que parece inaudível e construir com bases fortes, incluindo poderosamente em suas vidas a ESPERANÇA, sem a qual nenhum ser humano pode atingir a felicidade em seus estágios mais efetivos.
Romantico? Piegas? Florilégio? Religiosidade? CREIO QUE NÃO!!!!!! Prefiro chamar esse esforço de “Restauração da Fé e do sentido da humanidade” (e essas não são propriedades de nenhuma religião) elementos essenciais para a vida humana bem sucedida.
Quer ser uma pessoa de sucesso? Quer transformar a atitude de sua equipe e empresa? Ajude-os a ver muito mais sentido no que fazem do que simplesmente um dia após o outro. Ajude-os a ver qual é o verdadeiro prêmio da vida; Coloque-os diante de valores reais, ajude-os a entender quanta perspectiva e energia ganhamos para o nosso dia a dia quando aprendemos olhar além da montanha.
Será um prazer compartilhar esses princípios com a sua equipe,
Múcio Morais – Palestrante Motivacional especialista em Programação Neurolinguistica realiza palestras voltadas para Vendas, Relacionamento, Atendimento, Marketing, Liderança, Gestão e Desenvolvimento humano em geral. “Atendimento em todo o Brasil” visite-nos na internet: Site: www.muciomorais.com – Fone: 31 3082-7271.